Dirigente alvirrubro defende suspensão de jogos por conta do coronavírus

Gerente de futebol, Italo Rodrigues (Foto: Divulgação)

O coronavírus continua tomando conta dos noticiários esportivos. Nesta segunda (16), o gerente de futebol do Náutico, Ítalo Rodrigues, se posicionou sobre a possibilidade dos torneios locais serem paralisados por conta da pandemida do Covid-19 – a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já determinou a suspensão das competições nacionais. Clubes do Nordeste, federações da região e o presidente da Liga do Nordeste, Eduardo Rocha, vão debater nesta segunda a possibilidade de suspender os estaduais e o Nordestão. Outra saída seria realizar as próximas partidas de portões fechados.

Na visão do gerente de futebol do Náutico, Ítalo Rodrigues, o ideal seria paralisar as competições. “Em um primeiro momento, temos de pensar no ser humano, nas pessoas que correm risco. Precisamos confiar nas autoridades, na forma que estão tendo estancar a situação. Na minha interpretação, nós precisamos parar”, afirmou, indicando, contudo, que é preciso criar uma organização para definir os passos seguintes após uma possível suspensão.

“Precisamos nos planejar. Queremos saber quando vamos voltar se pararmos. Serã 30 dias? Então após os 30 nós voltamos. Ou depois de 15, 20. Só não pode parar e anunciar depois que volta na próxima semana. Financeiramente, isso nos abala porque jogar de portões fechados leva a perda de renda, mas isso fica em segundo plano quando temos um bem maior que são as vidas. Eu acho melhor parar do que jogar com portões fechados. Existe a problemática das datas, mas esses problemas nós devemos pensar depois”, frisou.

O zagueiro do Náutico, Diego Silva, seguiu na mesma linha. “Sabemos da importancia do próximo jogo (na Copa do Nordeste, contra o Bahia), mas precisamos prezar pela nossa saúde. Tem um pandemia grande e, nós que temos filhos e pessoas idosas, podemos pegar essa doença e passar para pai, mae, avô…Temos de nos precaver. Acho certo fechar os jogos ou até parar. Estamos vendo exemplos de jogadores também que foram detectados com o coronavírus. Temos de tomar cuidado para isso não chegar até a gente”, declarou.

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top